Bem-vindos ao meu mundinho encantado! :)
RSS

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Que doença é pior que outra?

Eu sou uma pessoa dramática, então, se não aguentar meus dramas, fique a vontade pra comentar sem ler o resto, eu não me importo.
Porque motivo uma doença é pior que a outra?Se estamos falando de doenças psicológicas, que são graves e necessitam de tratamento?Porque motivo depressão é normal, anorexia é "frescura" e mitomania é coisa de gente "sem-vergonha"?Não são todas doenças que precisam ser tratadas, que precisam ser compreendidas pelas pessoas que nos amam?
Sim, eu tenho esses três problemas. Sim, eu tenho vergonha deles. O fato de ter vergonha, porém, não significa que não sinto vontade de continuar emagrecendo loucamente ou continuar mentindo loucamente. E o fato de querer tudo isso não significa que não quero tratamento. Eu sou uma pessoa doente, sim, preciso de tratamento urgente, mas quem é que tá se importando?Quem é que se importa com isso?
Eu já perdi milhares de pessoas que amava (e amo ainda), seja amigo, namorado (a) ou outra coisa, porque causa dessa doença horrível. E desculpa, mas pra mim, a pior de todas é a mitomania, não porque seja mais grave ou pior, mas porque é a única que faz as pessoas perderem a confiança em você, desconfiarem de você, se afastarem de você, por achar que você é uma mentirosa compulsiva.
Mentiroso compulsivo e mitomaniaco tem muitas diferenças. A principal delas é que o mentiroso normalmente não inventa mentiras, ele só as aumenta. O mitomaniaco não sabe que está mentindo, ele realmente acredita - e sofre - naquilo que está falando. Eu sofro com mortes, namoros terminados e problemas que nunca aconteceram, mas que eu acredito terem acontecido.
Pra quem não sabe, mitomania é um problema psicológico que afeta crianças, normalmente crianças que sofrem algum tipo de violência em casa (física, sexual ou moral), e começa a criar fantasias em sua cabeça, transformando sua vida em um mar de rosas. Se não tratado, esse problema se agrava durante a adolescência e fase adulta, tornando todo e qualquer "imaginação" ou desejo do mitomaniaco em  fato. Ele passa a acreditar em coisas que nunca aconteceram, e automaticamente contar aos amigos mais próximo ou a família, que sem perceber, sofre com ele por coisas que não aconteceram. Muitos dos amigos, que não compreendem o problema, acabam se afastando por não confiar mais no mitomaniaco.
E isso dói. Se eu pudesse expressar em palavras o quanto dói perder amigos que eu amo, que me importo e que me preocupo, como se eu fosse descartável, como se fosse um pedaço de papel. Esse ano eu tinha prometido não fazer novas amizades, pra não mais magoar ninguém. Mas sem querer, acabo criando vinculos com pessoas maravilhosas, que mais cedo ou mais tarde, vem descobrir que não podem confiar em mim, e assim me abandonar para sempre.
E assim eu vou criando uma lista de ex-amigos com quem me preocupo e amo, e tenho que saber por outrem o que acontece com eles. E é triste, dói por dentro. Machuca.
Eu quero me curar. Mas me diz como posso saber o que é verdade ou não de tudo o que eu sei sobre mim mesma?Nem mesmo eu sei o que é mentira ou verdade. Nem eu sei dizer quais dos meus problemas são reais.
Na semana passada, minha mãe e Viih conversaram por sms sobre algo que eu tinha dito e que nunca aconteceu. Tenho quase certeza que a perdi pra sempre. Perdi o amor da minha vida. A pessoa mais importante pra mim, depois da minha mãe. Eu a perdi pra uma doença horrível, que não deveria existir.
Deus, me ajuda a sair de tudo isso, sim?

Obrigada por ter lido,

Cinderela.

P.S: Não se surpreendam se essa for uma carta de despedida. Eu realmente não sei o que fazer da minha maldita vida. Obrigada por existirem e tentarem me entender.

3 kcal:

Squi Ana disse...

Amiga, não é dando um fim nas coisas que tudo irá se resolver, é pior, acredite.

Eu sei o quanto mitomania é ruim, eu tinha esse problema, doença, mas consegui tratar sozinha dentro de mim, tirei forças do sobrenatural, mas amenizei... Isso nos machuca e machuca quem está ao nosso redor... Você pode, eu consegui, porque você não? :)

Falar dos seus problemas nunca é drama, está corretíssima, só não está certa em despedir-se, todas nós aqui, como deveria ser, estamos aqui para ajudar umas as outras, já que quem está ao nosso redor não consegue entender... Se for o caso, recorre a um psicólogo, pode te ajudar a sair de tudo isso... A Ana também abala demais nosso psicológico, então uma doença puxa a outra... Pense com carinho! Preciso de você por aqui... Não vá assim!

Sei que perder pessoas dói, e dói muito, mas nada é o fim da picada, a vida é estranha e temos que tentar vivê-la, é o único meio, o fim não é uma saída, pois se fosse, não havia SOLUÇÃO! Deus te ajuda, eu tenho certeza disso, poderia estar sendo pior... mas Ele está amenizando tudo isso...

Eu te amo amiga :) to aqui com você!!!

Sta. Vihh disse...

hey, Cinderela, isso não é uma carta de despedida, por favor. odeio despedidas. :/
Nunca tinha ouvido falar sobre essa doença, eu sinto muito mesmo por isso, pela ignorância que leva a tantas pessoas se afastarem de você, talvez se soubessem...
Se cuida.
Não pensa no fim.
Todos estamos no escuro.
bjOus

Roxy disse...

Oláminha princesa. *-*
Que saudades...
Que saudades de ti! *O*

Eu te entendo, e acredito que quem te amanão deve se afastar de vocêpor causa da mitomania... '-'
Pelocontrário. As pessoas que te amam deveriam ficar ao seu lado para te trazer para a realidade todas ás vezes nas quais você se perder...
Quemte ama deveria te ajudar... =/
Fico triste em saber que isso não acontece... =(


Bem, pormais distanteque eu possa estar, se precisar de alguémpara conversar, pode me procurar. ♥

Te amo princesa. *--*
Espero que você esteja bem... T___T




Kisses, Roxy. ♥

Postar um comentário